5 de dezembro de 2008

101 things about me

Eu vi ali e já tinha visto em algum lugar... E resolvi fazer. Ah, é elucidativo, vai!


1- Eu não gostava do meu nome quando era criança porque começava com A e eu era sempre a número 2 ou 3 da chamada. Muito cedo!

2- Eu fecho os olhos quando gosto da música, principalmente quando canto junto;

3- Eu acordo num mau humor desgraçado, quase sempre;

4- Quando não acordo de mau humor é porque dormi bem - ou não-dormi bem;

5- A parte que eu mais gosto em mim, esteticamente, é a minha boca;

6- Detesto minhas pernas;

7- Eu queria ser Matemática até os 15 anos, quando um professor me deu dois zeros seguidos. Injustamente;

8- Sou super sociável e conheço pessoas em qualquer lugar, se eu estiver no humor apropriado;

9- Sou a mais antipática das pedestres;

10- Era a mais chorona das meninas;

11- Hoje em dia, só choro de raiva, e olhe lá;

12- Quando fico triste, fico muda;

13- Tenho uma memória prodigiosa;

14- Cada pessoa que conheço tem uma música que me faz lembrá-la - ao menos as com as quais me importo, mas nem sempre só elas;

15- Associo as pessoas às músicas de uma forma tão intensa e involuntária que deixo de ouvir certa música se estiver puta com quem ela me lembre;

16- A dificuldade de me entregar pra alguém hoje, mesmo em termos de amizade, é gritante;

17- Tem muita gente que acha que me conhece mas não faz idéia de quem eu sou;

18- Tem poucas pessoas que me conhecem de verdade;

19- Tem gente que me conhece de uma forma que me assusta;

20- Eu leio as pessoas com muita facilidade;

21- Eu sempre acho que sou culpada do mau humor dos que me cercam de alguma forma;

22- Eu sempre acho que sou culpada de qualquer coisa ruim;

23- Amo viajar, mesmo;

24- Sei sambar e sei sambar MUITO bem;

25- Adoro dançar;

26- Não saio pra dançar há muito tempo;

27- Não gosto de dormir de meias - elas prendem meus dedos!

28- Adoro beber prosecco, mojitos e cerveja/chopp;

29- Bebo BEM, ao menos quando o primeiro gole "desce";

30- Adoro strogonoff;

31- Odeio agrião e fígado;

32- Sempre sonhei muito, tanto dormindo quanto acordada;

33- Me atenho mais à realidade das coisas do que gostaria;

34- Adoro lingerie, desde garota. Não é pra mostrar, não, é pra eu me ver usando mesmo!

35- Entendo de futebol mais do que muito homem por aí;

36- Adoro esportes em geral, pra assistir;

37- Jogava handball bem pra caralho;

38- Andar me faz um bem enorme - não só pro corpo físico, mas pro espírito;

39- Reparo em cada detalhe das pessoas nas ruas quando não estou andando com pressa;

40- Reparo em cada detalhe das pessoas que gosto e sou capaz de descrevê-las com precisão;

41- Já pesei exatos 56kg a mais do que peso hoje - vi a foto hoje mesmo, vocês não me reconheceriam;

42- Cafuné me faz dormir;

43- Ah, que se dane: eu tenho uma bunda bonita!

44- Sou carinhosa e protetora ao extremo com quem merece;

45- Sou capaz de ser fria de forma assustadora com quem mereça;

46- Se eu brigo com alguém, eu estou só braba; se eu simplesmente ignoro alguém, eu estou muito puta;

47- Não consigo ouvir "I don't wanna miss a thing" desde que me separei - morro de tanto chorar de culpa até hoje, quatro anos depois;

48- Em compensação, "Andrea Doria" voltou a ser uma das minhas músicas favoritas, mesmo que ainda me lembre um canalha que conheci, às vezes;

49- Meu primeiro beijo foi aos 11 anos, e foi muito esquisito, mas bom;

50- Minha primeira vez foi aos 21 anos (sim, leeeeerda) e foi maravilhosa;

51- Me sinto melhor aos quase-31 do que aos 21, de todas as maneiras - inclusive esteticamente;

52- Eu gosto de homens com bocas desenhadas;

53- Se um cara não me fizer rir, nunca vai conseguir que eu me encante por ele;

54- Sou altamente perua;

55- Não sou nem um pouco mulherzinha - quando sou, é porque é necessário ou quero fazer charme;

56- Sempre tive muito mais amigos homens do que mulheres, até por ser a única "menina" da minha geração na família paterna;

57- Sou incapaz de sentar numa cama (minha ou de qualquer um que eu conheça) com roupa "de rua" - culpa da minha mãe;

58- É claro que há exceções à regra acima. Mas mesmo assim...

59- Sou envergonhadérrima com elogios;

60- Mesmo quando sou descarada, fico com vergonha, de alguma forma. Nada patológico, no entanto;

61- Sou fina, mas quando começo a falar palavrão, sou pior que qualquer estivador do cais do porto ou malandro de rua;

62- Eu só gritava palavrão dentro de quadra, e meu pai viu um único jogo meu, de tão traumatizado que ficou;

63- Um dia, eu ainda vou dar aulas de inglês de graça pra quem precise. Bem, já fiz, mas em escala maior, uma turma inteira - ou mais de uma até;

64- Sou muito teimosa e não sossego enquanto não faço/não tenho o que quero;

65- Desaprendi a conseguir o que quero, aparentemente. Ou estou numa fase medrosa demais, talvez;

66- Tenho verdadeira FOBIA de aranhas, chego a congelar quando vejo uma maior que uma ponta de dedo;

67- Mato baratas com a maior frieza do mundo: bato mas não esmago, cato com papel ou varro e jogo no lixo. Sem nem gritar;

68- Amo água, mas não sei nadar direito;

69- Eu curto! E faço bem a minha parte;

70- Nunca tive uma festa surpresa pra mim, apesar de ter organizado algumas;

71- Barba por fazer me tira do sério, especialmente no meu pescoço ou na minha barriga;

72- Às vezes eu acho que vou ficar sozinha pro resto da vida e penso que mereço;

73- Às vezes eu acredito que ainda vou ter um filho;

74- Adoro dar presentes;

75- Amo olhar o céu aberto à noite. Se a lua estiver no céu, então (cheia, crescente ou mesmo minguante), sou capaz de passar horas só olhando e voando;

76- Adoro ver o sol nascer, mas as últimas vezes que o fiz, pretendo esquecer pro resto da vida;

77- Praia e mar me renovam de uma maneira que só se explica pela energia que têm;

78- Se a combinação for céu aberto à noite + mar, eu chego a ficar fácil;

79- Eu sou romântica, mas meu senso de romantismo nem sempre condiz com o senso dos outros;

80- Tem anos que não ando de bicicleta, apesar de simplesmente AMAR;

81- Eu prefiro me sentir feia do que me sentir burra - choro de ódio quando faço alguma burrice;

82- Bebo de cinco a seis litros d'água por dia. Fácil;

83- Acho que bebo um litro de café por dia. E tomo café antes de dormir, não faz o menor efeito;

84- Nasci no Rio de Janeiro, me criei aqui, mas nunca fui uma carioca da gema. Peixinho fora d'água, sabe?

85- Eu gosto de ouvir Pavarotti, Mozart e Beethoven;

86- Sempre que vou dormir cedo, tenho a impressão que estou perdendo alguma coisa da vida que nunca mais vou poder recuperar;

87- Eu sempre falo muito, mas sou uma boa ouvinte;

88- Quando eu quero muito dizer alguma coisa pra alguém e não posso ou tenho medo, eu escrevo e deleto. Ou falo baixinho, sozinha;

89- Certas músicas me fazem parar o que quer que eu esteja fazendo só para ouví-las, como "Por Enquanto", cantada pela Cássia Eller, ou "Going out of my head (over you)", do Sérgio Mendes, ou ainda "Rir pra não chorar", do Cartola. E outras ainda;

90- Eu gosto de Fábio Jr. desde que nem sabia falar direito, segundo minha mãe. E fui ao show dele e tenho a toalhinha que ele me deu guardada (Sisa, pode se roer TO-DI-NHA!);

91- Fui a alguns shows ótimos, mas o último show do Legião Urbana e o show do Guns 'n Roses do Rock in Rio 2 (em 91, eu tinha 13 anos!) são inesquecíveis;

92- Meu limite de paciência é grande até demais, mas quando ele é atingido, a coisa fica muito feia e eu perco a noção;

93- Eu já tive dois blackouts de raiva - segundo me contaram, no último, eu surtei a ponto de bater em alguém;

94- Eu já tomei alguns porres na vida, mas tenho vergonha MESMO só de um: meu aniversário em 2004;

95- Amizade, pra mim, é algo sagrado;

96- Eu não guardo rancor por quase nenhum tempo - simplesmente esqueço que alguém que me magoou de verdade existe. Esqueço mesmo, nem sentir raiva eu sinto;

97- Se um dia eu casar de novo (mesmo que só de fato e não de direito, já que sempre tive meu estado civil como solteira), eu quero fazer alguma coisa (leia-se comemoração) mesmo que seja só pra mim e pra quem for louco o suficiente de estar comigo;

98- Eu teria sido a 10ª esposa do Vinícius, se contemporâneos tivéssemos sido. Com certeza absoluta;

99- Eu sei o "Soneto do Amor Total" de cór, mas amo o "Poema Enjoadinho" e o "Soneto da Separação";

100- Este é o penúltimo item e eu já estou agoniada, porque não sei lidar com despedidas: fico mal-humorada e dou patada nas pessoas que mais gosto quando preciso dizer tchau, mesmo que por um tempo breve (mãe que o diga, sofreu muito enquanto morei fora e vinha visitá-la). Fins até encaro e não tenho medo, por piores que sejam - não prolongo nada além do fim;

101- A primeira coisa que me veio à cabeça pra colocar neste último item eu não repito nem pra mim, em pensamento. A alternativa: eu espero que ainda tenha jeito pra minha falta de jeito, porque eu sempre fui estabanada (não fosse grande, oras) mas ando pior - deixou de ser só física a coisa.

That's all, folks. Completamente desinteressante, eu sei. Mas deu vontade, e eu ando querendo saciar as minhas vontades, por mais bobas ou doidas que sejam, oras. Se você chegou até aqui lendo isso, parabéns: em nada isto acrescentou ao seu dia! =o)

5 comentários:

Danielle Balata disse...

Muito interessante essas coisas sobre você, mas fiquei analisando, acho que sobre mim não teria como escrever 101 coisas.

Beijos

Ingrith disse...

Te peguei na mentira! Tem certeza que vc não é geminiana? hahaahha

"Eu não guardo rancor por quase nenhum tempo - simplesmente esqueço que alguém que me magoou de verdade existe. Esqueço mesmo, nem sentir raiva eu sinto;"

Faço do mesmo jeito! hahahaha

Anônimo disse...

Você que pensa!

Paulo disse...

Tá, li tudo e não concordo com a frase final. Acrescentou sorrisos ao meu dia, e só por isso já valeu a pena. Além da identificação total com algumas coisas. Sagitarianos, né!? :D

Me deu vontade de fazer, mas passou. A preguiça me impede. :(

Beijooo!

Coral disse...

Que bom que você se conhece tão bem! Eu me identifiquei com algumas características suas, mas jamais eu saberia me definir em 101 itens!