26 de fevereiro de 2010

Sópassabê

Só pra deixar BEM claro: eu não tenho absolutamente nada contra gays, lésbicas ou simpatizantes - só acho que não ter preconceito é exatamente tratar A TODOS da mesmíssima maneira. Ou seja: você pode até ser panssexual e eu vou amar você, desde que você seja maneiro/a, gente boa, cara limpa. Agora, você pode ser gato, hétero e até me dar mole, mas se for falso ou arrogante ou sem escrúpulos, eu vou te odiar e te mandar à merda do mesmo jeito.

Ficou claro?

Um comentário:

Sisa disse...

Nossa, você tocou num ponto que eu super concordo. Falta de preconceito não é amar sempre, é tratar igual. Sem essa de "todo gay é lindo, legal e feliz". Não, gays e heteros são pessoas e assim tem seus lados bons e seus lados ruins. Não me importa se você gosta de meninos ou de meninas, se seu lado bom se destacar em relação ao seu lado ruim, eu gosto de você. Simples assim.