1 de maio de 2009

TGI Friday - and a holiday!

E já é seta-feira de novo. E já é feriado de novo... Assim eu acostumo muito bem, hein? E já que hoje é sexta e eu estou em casa, estou tirando o dia para ficar comigo mesma, cuidar de mim, já que à noite eu vou pra rua ver gente e me divertir - só espero não ver uma cópula live novamente, não é mesmo? Enfim, rua e gente. Matar a saudade de alguns amigos, sair com outros que vejo sempre e dançar até as pernas pedirem arrêgo. Até porque eu estou numa vibe extremamente sensível (blame the hormones, blame the hormones!) e preciso voltar ao meu normal um pouco, não é mesmo?

Só isso. Bom feriado pra vocês. E se eu vir algo chocante, hilário ou simplesmente atípico, será mais que normal.

6 comentários:

Danielle Balata disse...

Essa tua energia.. me contagiou muito.. e me deu até vontade de sair hoje..

Beijos

Laaa.rii disse...

Verdade, assim vou me acostumar com a vida boa...
2009, ano dos feriados ;B
Boa semana =}
Beijinho. :*

Lekkerding. disse...

Vamos que vamos!

Sisa disse...

Meu corpo já não distingue feriados de dias úteis. Trabalho fim de semana, descanso 3ª feira, durmo durante o dia, viro madrugada trabalhando... e assim caminha a humanidade. No feriado (que eu ia praí) descansei na sexta, trabalhei sábado e domingo... Espero um dia conseguir voltar a um calendário normal, heheh.

Beijo.

D.Marco disse...

Lind'Aline,rogo aos céus para que você não tenha detonado suas lendárias pernas durante o feriadão.
Em tempo, mudou a cor dos cabelos?

Aline T.H. disse...

Dani: saiu? Espero que sim, viu, é bom sair do casulo de vez em quando. Beijo!

Laaa.rii: boa semana pra vc tb, querida. E vamos nos acostumar bem assim sempre! Beijo!

Lekkerding: Vamos que vamos. E vamos pra Sampa em breve, baby. Wait 4 me! Beijoca!

Sisa: você precisa sair do casulo, criança. PRE-CI-SA! Eu vou precisar ir até aí e bagunçar a sua vida por um fim de semana, é? Beijos!

D. Marco: comassim minhas lendárias pernas?! Bem, elas não cansam tão fácil. E meu cabelo continua vermelho, como sempre foi - ai de quem diga que não nasci com eles assim... Beijos!