Será que sou eu?

Por várias vezes em minha vida senti-me uma extraterrestre. Não por ser verde ou coisa parecida, mas por ter reações e sentimentos que, em certos ambientes, pareceram tão surpreendentes aos outros.

Ontem mesmo foi o tão saudado Dia do Amigo. Confesso não ter enviado um e-mail bonitinho ou cartão à grande maioria dos meus amigos, como à ela - que será sempre amiga, não importa quanto tempo passemos sem nos falarmos - mas pensando muito neles. Pra ser sincera, todo dia é dia do amigo, desde que ele seja realmente um Amigo. E é por esse sentimento que contactei, dias atrás, um amigo que já foi o melhor e maior deles mas hoje está mais distante, com uma vida muito diferente.

Mandei um e-mail dizendo que estava com saudades, contando as novidades e pedindo o seu telefone, ou que então ele me ligasse. Já se passaram vários dias e ele nem sequer se dignou a responder meu e-mail - me senti um verdadeiro número 1, apenas mais um para a rede de amigos dele do Orkut - e fiquei realmente triste. Não por termos nos afastado, pois a vida foi assim, mas que não tenha sobrado absolutamente nada de uma amizade que foi das maiores, das melhores.

Não tenho raiva dele, quero ainda que ele seja feliz e siga a sua vida em paz, claro. Mas nesses momentos fico me perguntando se só eu tenho saudades de amigos que andam distantes, se só eu mando esses e-mails, se só eu fico chateada com uma não-resposta.

Sou só eu mesmo?

Comentários

Jack Braga disse…
Não é só vc não. Eu também!!

E dóiiiiiiiiiiiiii....

Custamos a criar coragem de mandar o tal e-mail, pensando justamente se o dito-cujo será respondido ou não. Aí,num leve reflexo, fechamos os olhos e "Enviar/rec...", depois são dias a consultar a Caixa de Entrada e....Nada!!! É tão frustante. Affff...

Mas nunca deixaremos de mandar os dito-cujos, mesmo que não sejam respondidos...É por causa da "coceira" nos dedos e no coração...rs
Rosana disse…
Querida: vamos marcar um chope urgente! Aí a gente fala bem dos amigos e mal dos ex-amigos... Brincadeira. Vai ver ele não usa mais o mesmo endereço de email pra onde vc escreveu. Quem sabe?
Manoela disse…
Ahá!! É claro que não é só você. Acho que todos vamos sempre sentir saudades daquela época, pois foram ótimos momentos (já na pretensão de saber do que você está falando...). Mas eu acredito que há tempo para tudo. Temos que respeitar, e infelizmente aceitar, que às vezes estamos em momentos diferentes, e cada um precisa de espaço para viver o seu. E por mais que a gente deseje o encontro temos que esperar que os nossos momentos se encontrem novamente. Mas a gente ainda vai sentar numa mesa de bar pra falar mais sobre isso :) Bjs!

Postagens mais visitadas deste blog

Conto adolescente

Feios e Belos

Revoltada, sim. E com razão.