Pra quê ter filhos?

O mundo hoje é cinza, feio como um cinzeiro sujo e fedorento.

Cansei de ser boa, cansei de ser honesta, cansei de ser simpática, cansei de ser compreensiva, cansei. Não quero os antônimos, só não quero mais ser nada. Não quero ser mais a voz ao telefone que diz "bom dia" e "muito obrigada", não quero mais dizer que entendo a situação, não quero mais saber que dia é da semana e que dia não é, cansei de dinheiro, contas, bancos, dever-fazer, calças, saias e salto-alto.

A TV que mostra a bandalheira em que se transformou esse país de merda, com atores nos papéis de políticos, ganhando (muito) mais que qualquer ator global, os programas explorando a miséria humana, novelas que pretendem mostrar uma realidade que, sim, pode ser real mesmo, mas somente pra 0,5% da população desse Quinto dos Infernos, dos quais eu não faço parte.

Praias poluídas, tendo como visual rebocadores que despejam toneladas de óleo diesel queimado no mar, assaltantes como companhia, uma cidade pequena que cresceu por causa do petróleo mas onde as cabeças de seus habitantes continuam menores que as de alfinetes.

Se eu for embora, seja de onde (ou como) for, só darão falta quando precisarem de alguma coisa ou sentirem o cheiro da putrefação do corpo. Mas a culpa disso é toda minha e de mais ninguém. Quem mandou ser educada, cordial, letrada, estudada, boa filha, boa profissional e mais alguns adjetivos bonzinhos-que-não-valem-de-nada-no-fim-das-contas?

Comentários

disse…
é, por isso que virei bicho de goiaba faz muito tempo.
ser gentil cansa.
joseluis disse…
calma, calma...

Postagens mais visitadas deste blog

Conto adolescente

Feios e Belos

Revoltada, sim. E com razão.