Tratante

Curioso como a vida da gente roda, roda e algumas pessoas, que estavam há léguas de distância, reaparecem. Uma amiga de infância - uma das maiores - com quem não falava há séculos, me ligou. É mãe, casada, não trabalha mais pra cuidar da cria. Falamos por uns 20, 30 minutos, e fiquei de ligar pra ela quando estivesse na casa dos meus pais. Ainda não liguei, mas não é descaso, vou ligar.

Até porque ela sabe o quanto sou tratante. Um defeito quase irreparável (ainda não perdi as esperanças).

Comentários

Patrícia Renata disse…
me liga, me manda um telegrama...

Postagens mais visitadas deste blog

Conto adolescente

Revoltada, sim. E com razão.

Feios e Belos