Ô Balancê, Balancê...

Tá dose hein... balancinho enjoado! Acordei com uma chuva de ovnis na cabeça - depois fui ver que eram só meu hidratante e meu despertador despencando, o suficiente pra me manterem acordada das três e meia em diante. E, aliás, como é que dorme com um barulho balanço desses, gentem? Tudo corre, prato escorregando da mesa... uma maravilha.

Vantagens e desvantagens da vida de embarcada...

Comentários

Raphael Barino disse…
viu
nao quis estudar virou piao

Postagens mais visitadas deste blog

Conto adolescente

Feios e Belos

Revoltada, sim. E com razão.