Por onde andei

O último show a que fui foi do Nando Reis, na exposição do ano passado em Macaé. Sensacional.
Aliás, o Nando Reis É sensacional, na minha opinião - excelente compositor, uma voz meio doida, rouca, despretensiosa, que passa a emoção que tem que passar na música.

Um dos melhores versos dele é o seguinte:

"Por onde andei enquanto você me procurava?
E o que eu te dei, foi muito pouco ou quase nada
E o que eu deixei? Algumas roupas penduradas...
Será que eu sei que você é mesmo tudo aquilo que me faltava?"

O show é animado, emocionante, inesquecível. O que, devido à companhia na época, é uma pena, porque não dá pra esquecer parte de uma coisa - ou a coisa toda ou nada - e o que me leva a não querer escutar Nando Reis por um tempo.

Qualquer hora passa.

Comentários

Fênix disse…
quem melhor que o tempo para nos ajudar nessa hora? mas, enquanto nao passa, dói, né? bjs.
Rosana disse…
Incrível como nossa memória atrela músicas à pesssoas.

Postagens mais visitadas deste blog

Conto adolescente

Feios e Belos

Revoltada, sim. E com razão.