All I wanna say is that they don't really care

Fiquei longe por 18 dias, tenho mil coisas pra falar guardadas aqui na minha cabeça e me vem a bomba. Antes que alguém pense em comentar algo desse tipo, eu sou fã do Jacko. Sou fã, acho o cara um gênio, dono de um talento ímpar e tinha dó dele. Muita. Então, se você está a fim de criticar e maldizer o cara que morreu ontem, poupe seus dedos e seu tempo: não leia nem comente. Críticas são sempre bem-vindas, mas como eu gosto de inteligência, por favor atente a este quesito. Dito isto (/ruibarbosa), posso prosseguir.

Eu chorei. Eu me lembro até hoje da primeira vez que Thriller foi exibido: no Fantástico, num domingo em que eu estava na casa de praia, com os primos, primas, tios e tias em volta, todos nós ansiosos por aquele clip anunciado como revolucionário. Logo que o Jacko começou a se transformar, eu gritei, chorei e corri - todos os primos fizeram a mesma coisa. Seis anos, gente, seis anos tinha eu! Mas já era fã daquele carinha que dançava muito e cantava Billy Jean. Hoje, com 31 anos, vejo o maior ídolo pop de todos os tempos morrer e deixar um vazio que talvez não seja preenchido nunca mais, já que o cara cantava, dançava e compunha. Bem.

É claro que a morte de Michael Jackson será explorada exaustivamente e as "homenagens" serão infindáveis. Talvez a gente se canse, durante um certo tempo, da voz deliciosa e dos gritinhos inconfundíveis, será inevitável. De qualquer forma, o legado de uma figura desse tamanho não pode ser negado. E é claro que eu vou ver, ao menos nesse fim de semana, tudo que eu puder sobre ele. E chorar mais um pouco, pedindo que ele finalmente tenha alguma paz.

Comentários

Renata disse…
Oi querida, tudo bem? Quanto tempo...
Eu tb era super fã e tinha muita peninha dele, que era tão perdido! Fiquei triste tb!
beijinhos pra vc e bom final de semana, Re
Enxaqueca disse…
Tá.Fiz piada da morte dele. Porque faço piada de tudo. Porém, em momento algum, a gente pode esquecer a genialidade do cara....

Ah!
E lembro desse videoclip! E que antes dele houve um aviso de "tire as crianças da sala" ou algo assim. Mas eu não saí. E depois fui dormir com os meus pais! /O\

E, não. Até hoje não vejo Thriller.
Paulo disse…
Aquele clipe me marcou muito, mesmo eu sendo um pouquinho mais velho.

Ele vai fazer falta. O mais chato? Aguentar toda a febre que os que sempre meteram o pau vão fazer em volta dele agora. Deus, dai-me dignidade pra não descer o braço em ninguém!

Lindo texto!

Beijos!
D.Marco disse…
Seja bem vinda a sua casa, aqueles que te querem bem, te saúdam!!!
Ave Aline!
Danielle Balata disse…
:(

Eu ainda to chocada!
Dani Halliday disse…
Eu gostava muito dele também... Vai ficar uma lacuna imensa no mundo da música. E quanto aos bobos que fazem piada, ah, sempre irão existir pessoas assim, temos que conviver, fazer o quê, né?
Minha música preferida era Human Nature.
Saudades.

Ah, e adorei sua casinha. Posso voltar?

Bju
André Rafael disse…
O cara era demais.
Suzana ! disse…
gostei, vou seguir, rs ! td bem ?

Postagens mais visitadas deste blog

Conto adolescente

Feios e Belos

Revoltada, sim. E com razão.