E agora, voltando à programação normal...


Diazinho baum o de hoje... compras no shopping, presente pra mamy adiantado (conseqüências de se trabalhar em escala), bons papos à noite, com bons amigos - recentes e também mais antigos - e grandes planos pra daqui em diante.

Falando sério mesmo? Não passo fome, tenho família e amigos, me divirto, tenho saúde... vou reclamar do quê?! E tem gente que ainda reclama que, este ano, não conseguiu viajar pra onde queria, que a bota daquela loja fashion tá cara demais... ahsifudê.

Quando a gente passa por certas coisas na vida (que nem precisam ser as piores possíveis, mas são ruins mesmo assim), dá mais valor ainda às coisas simples e às pessoas que estão ao nosso lado, e se percebe o quanto somos fúteis e superficiais em certas ocasiões. Eu, pessoalmente, fico muito irritada quando faço esse tipo de retrospecto e me vejo, mas procuro sempre melhorar e mudar. Se todo mundo visse assim, estaríamos beeeem melhores...

"No amor ou na dor", já se diz sobre como se encontra Deus. Eu digo mais: no amor ou na dor se encontra a vida e o sentido dela. Acredite você em Deus ou não.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conto adolescente

Feios e Belos

Revoltada, sim. E com razão.