A voz que vai ao fundo da alma

Já cansou eu dizer que amo música, que gosto de tudo e tal, eu sei. Mas não posso deixar de registrar aqui, nesta noite, uma das minhas maiores paixões: Luciano Pavarotti. Amo, venero, tenho verdadeira paixão pela voz, pelo talento. Acho que gente assim, especial, vem como uma luz à Terra, pra fazer da vida da gente uma coisa melhor, sabe? Além de tudo, o cara era absolutamente risonho e com aquela carinha linda.

Já ouvi "Vesti La Giubba" e " 'O Sole Mio" várias vezes. Preciso passar mais pra MP3 aqui no PC. Choro de emoção quando ouço... Mas "Nessun Dorma" me tira os pés do chão e me leva pra algum lugar que não é aqui, não é visível, não é tocável, não é possível. A voz do cara te faz viajar, te mostra mil coisas que nenhuma foto seria capaz.

Ele faria 72 anos hoje. Que Deus o tenha em bom lugar - como Ele é um cara esperto, com certeza vai deixá-lo nos campos, cantando maviosa e apaixonadamente.

Comentários

Fênix disse…
Quem me deixa assim é Andrea Bocceli (ou Bocelli, nao sei). Não só a voz, como a história dele me encanta.
Mais beijos!
Inagaki disse…
Belo post. Mas confesso que minha levada é mais pop/rock: viajo com as vozes de Roy Orbison, Jeff Buckley e PJ Harvey.
Ril disse…
um feriado bem musical p; vc amiga!bjs
Aline T. H. disse…
Fênix, gosto muito do Andrea tb, mas esse meu caso de amor com o Pavarotti é eterno...

Ina, brigada! E belíssimo gosto, o seu. São excelentes!

Ril, amore, pra todos nós!

Beijos, kids!

Postagens mais visitadas deste blog

Conto adolescente

Feios e Belos

Revoltada, sim. E com razão.