Inversão

Hoje, quero dormir com você e sonhar com as estrelas, só pra variar. Quero você em cima da mesa e o vinho na cama, quero ver a roupa descansar e lavar você, quero amar as minhas palavras e escrever você. Quero uma noite com sol claro, calor e brisa leve, um dia seguinte escurinho e fresquinho, cheio de estrelas no céu, pra dormir contando. Quero odiar batatas fritas e comer um prato de beterraba, quero tomar um porre de chá de boldo e curar a ressaca com cerveja gelada. Quero ficar muda por horas, sem dizer nada, pra que você sorria e reclame que eu falo de menos. Quero ser baixinha, pequena, magrela (quem sabe loira, até) e quero que você seja feio, insosso e nada atraente. Quero a mesmice, quero o óbvio, quero a rotina, quero mau humor, quero comida feita por mim, quero roupas velhas. Hoje, quero acordar com você e não reclamar de saudades.

E que amanhã tudo volte ao normal, porque eu não agüento inverter a vida por tanto tempo assim.

Comentários

Ingrith disse…
Ahhhh que texto mais fofo!!! Adorei e as vezes é bom inverter a vida!
Andrea disse…
Se a gente se esforça consegue alguma coisa...
Menina!!! Quanto tempo não passo por aqui, e quando passo leio o melhor de todos os post que já li no seu blog... Parabéns garota show!!!

bjos.
Renata disse…
Incrível esse texto. Amei! Estava mesmo com saudades dessa sua casa!
beijos
Nine disse…
Testo lindo, casa linda... Parabéns!

Ah... vô te conta um segredinho: somos charás... hehe!
Cinthya Rachel disse…
muito bom o texto, muito bom meesmo!
André Rafael disse…
Bom, nao preciso dizer o obvio, que todos os anteriores ja disseram, ne?
Basta ler.
Sensacional!!! (nao resisti)
Abandonei essa casa, mas eu volto...
:)

Postagens mais visitadas deste blog

Conto adolescente

Feios e Belos

Revoltada, sim. E com razão.