Porquê Vovó chama o mural de fotos de Zoológico

Sempre olho pras pessoas como lições de vida contidas num corpo... Pode-se aprender muito apenas observando o jeito dos que vivem à nossa volta, vendo como eles lidam com o dia-a-dia e reagem à certas situações comuns. Isso é fato pra qualquer ser humano na face da Terra - mas, praqueles que trabalham como eu, confinados por 14 dias com uma série de seres humanos de origens, culturas e educações diferentes, é um tesouro que não tem preço. Se você tiver as ferramentas certas pra cavar o tesouro, claro.

Perco (ou ganho) horas observando e ouvindo pessoas contarem sobre suas vidas, emitindo suas opiniões aqui e acolá, e percebo o quanto somos diferentes um dos outros, mesmo quando somos vizinhos, temos a mesma faixa etária e o mesmo "nível" de educação. Certas coisas nascem com a gente (ou com a nossa família) e são difíceis de se extirpar, mesmo quando são péssimas e temos consciência disso...

É, somos um bando de bichinhos de tipos diferentes, convivendo dentro de um zoológico doido que Ele montou. Formidável, não?

Comentários

Fênix disse…
É... nós e as mudanças. Para mim também é um casamento, moramos juntos desde que começamos. E a vida continua... tem que continuar. bjs!
Cauks disse…
Aqui onde trabalho tb é assim: gente de todo o tipo. Geralmente, do pior tipo.

:oP

beijins
Booperfly disse…
Aline, eu tb sou assim...aliás adoro ficar na janela e me perder observando as pessoas...
Bjos,
Paulinha
beeanka disse…
Big Brother Divino.

:D

Postagens mais visitadas deste blog

Conto adolescente

Feios e Belos

Revoltada, sim. E com razão.