Saturday night fever

Ando cansada, ando pensativa, ando meio hopeless, ando à flor da pele. Algumas coisa vêm correndo bem, outras vêm correndo (bem) mal. Tem horas em que é o vazio que me incomoda; noutras, o excesso de coisas na cabeça e no coração - nem mesmo um sashimi pescado há menos de duas horas conseguiu me alegrar hoje, vejam só.

Às vezes penso que perdi o rumo e estou navegando como uma bóia marítima desgarrada, que segue mar adentro sem saber pra onde a maré vai levá-la... Mas, logo depois, penso em uma comparação ainda pior: eu sou uma plataforma FPSO - um navio que já navegou incontáveis mares e cujo maior movimento, depois que virou plataforma, é girar em cima de um eixo fixo em sua proa, sem sair daquele ponto nem um milímetro que seja. Ao menos a bóia passa por lugares desconhecidos, é afetada por ventos imprevisíveis e marés incontroláveis.

Não sei se é um sentimento trazido pelo sábado à noite embarcada, mas não parece. Acho que a noite de hoje só libertou o que já estava aqui dentro e eu tinha vergonha de admitir até pra mim mesma: que estou estagnada, só e sem nenhum horizonte, que os meus planos já foram por água abaixo, que eu perdi alguns trens que não voltam mais e que talvez não seja possível mudar nada disso.

Melhor dormir e acordar logo, passar os dias mais depressa, pra ver se a seqüência deles traz, ao menos, alguma alegria. Nem que seja passageira.

Comentários

Paulo disse…
Talvez seja um chamado interno à ação, uma mudança total na rota!
Se precisar de um ombro virtual, estou aqui. ;)
Beijos e fica bem!
Elise disse…
Senti várias referências, digamos, marinhas no seu texto. Por que será?? rsrsrs

Já sei, quando tu sair daí, 'bora tomar um chopp com a galera pra desopilar, que tal?
Beijas.
Aline T. H. disse…
Paulo, brigada, baby. O chamado interno e a mudança de rota já estão sendo providenciados, no que é possível... o problema é naquilo que não depende de mim.

Elise, querida, vamos marcar mesmo? Acho que ia ser ótimo!!!

Beijos e beijas =)
[ r ê ] disse…
OMG!

essa sensação é uó!eu tenho ela de tempos e tempos, aliás estava assim tempos atrás, não posso dizer que passou, mas digamos que...ficou mais leve...

Moça, nessas horas tem que contar com vc mesma e com os amigos ao redor, os presenciais e os virtuais...para tal missão me colo a disposição, ok?

beijocas e qquer coisa, grita!
Cinthya Rachel disse…
ai querida, é fogo essa fase. sou solidaria, passo pela mesma coisa no momento. e ai tb nao sei o que faço, se nado, se boio, se espero, se grito... mas acredito que tudo tem um motivo na vida e que tudo sempre é pra melhor. qdo a gente esta no olho do furacao parece que nao tem saida, mas tem sim. beijos
Fênix disse…
tive pensamentos assim uns três meses atrás. duro descobrir que se "desperdiçou" tempo.
estou correndo atrás.
beijos!
Aline T. H. disse…
Rê, Cin e Eve, brigada, meninas. De verdade, brigada pelo apoio, vcs são uns amores - é sempre mais confortante saber que não somos as únicas a passar por essas coisas!

Beijos grandes e boa semana!
Helen disse…
Assim, eu acho que na próxima temporada vc só deve embarcar se for no Barco do Amor! rsrs

beijo, amiga! Tomara que essa sensação passe logo, viu.

Mas mulher louca, eu sou de São Paulo. Pior ainda: do interior de São Paulo. Nosso chopp vai demorar mais, snif...
Aline T. H. disse…
Não se preocupe, doida, não me demoro a ir à Sampa não!! Tô devendo várias visitas e tou com saudades daí... a gente vai tomar esse chopp logo. E vc tb venha cá pra cidade maravilhosa, néam?

Beijoca!!

Postagens mais visitadas deste blog

Conto adolescente

Feios e Belos

Revoltada, sim. E com razão.